23 de janeiro de 2007

Felicidade

Todo homem carrega sobre seus ombros a liberdade da vida que escolhe e da pessoa que escolheu ser.

Com o passar do tempo, suas escolhas, seus atos, éticos ou não, se tornam o peso da consciência.

Continuamos a caminhar, a viver e os desejos são as pedras no caminho, podem servir de escudo ou de armadilha, só depende de sabermos usá-los.
A felicidade está aí, na forma como lidamos com o que não depende de nós.

Somos os únicos responsáveis por nossa felicidade. Nossas pernas devem ser fortes para carregar nossas escolhas. Como Boécio, também nós, podemos ser felizes em qualquer que seja o lugar, basta olhar para a luz ao invés das sombras.

A felicidade não está na Glória própria ou no fracasso do inimigo. A felicidade está na calma, na estabilidade, no caminho. Quem acha que a felicidade está nos dias de sol, certamente será infeliz nos dias de chuva.

A felicidade não está na sorte ou no que alguns chamam de destino e outros de maldição. Está no controle desse cavalo selvagem que é a mente e as vezes toma o controle sobre nós.

A felicidade não está na pessoa amada, mas em quem ama.

Ontem recebi um e-mail de uma pessoa muito especial, falava sobre sua visão da felicidade. Esta é a minha para você...

8 comentários:

Caco disse...

Interessante perspectiva, belamente descrita.

Beijo & stay interesting.

Poodah disse...

Olhar muito interessante... A felicidade é um caminho e não um destino...

Beijo!

Eduardo disse...

Ótimo assunto - e post. O Millôr tem uma sacada boa: diz que as pessoas começaram a ser infelizes quando inventaram o conceito de felicidade. Preciso, aliás, escrever sobre isso. Bjs.

Anônimo disse...

amei* suas palavras.....continuo tentando "olhar p/ luz" cada vez que a vejo.
bjo em vc...

Fê Savino disse...

O conceito de felicidade pode ser mto complicado, mas, ao memso tempo, mto simples, como este belo, rápido e tão significativo texto!
Adorei!

Bjocas

Nao Tem Sentido disse...

Muito bem, gostei da forma como vc escreveu

Anônimo disse...

Gi,
Por mais difícil que seja, muitas vezes, controlar esse cavalo selvagem que é nossa mente... Em poucas palavras você simplifica o que muitos consideram impossível!!

juliana disse...

Demais! e essa busca que não cessa da felicidade fora. Tá dudo dentro. Procura e acha. Demora pois somos ótimos em esconder, burlar, boicotar nossos sentimentos...ô ser humano complicado...