16 de julho de 2007

Súper homens de carne e osso.

Talvez seja o pan, quem sabe o Brasil ontem dando um show e surpreendendo todo mundo, inclusive eu, ou ainda o tão comentado suor do Sarkozy.
Acordei pensando na incrível capacidade do nosso corpo de superar limites. A ciência e novos recursos tecnológicos agregados ao maior conhecimento do potencial da mente são capazes de coisas inacreditáveis.

Essa idéia intelectual dos franceses de que esporte não combina com filosofia me perturbou um pouco. Não foram os gregos a inventar os jogos olímpicos? Os estóicos até onde sei defendem a felicidade através das coisas simples. Sócrates disse: “Que desgraça é para o homem envelhecer sem nunca ter visto a beleza e conhecido a força que seu corpo é capaz de produzir”

Acredito que pessoas que conseguem mais do seu corpo sabem usar melhor o cérebro. E suas lições não servem apenas aos esportistas. A seguir meus favoritos: Quais os seus?

Patrick Musimu – Conhecido como “o homem que respira água”, desafiou a ciência e mergulhou 209,6 m. Ele acreditava que as barreiras estão na mente e não no corpo.Estudou o corpo humano e criou um teoria de que ele poderia respirar água.Convenceu o governo do Egito a patrocinar seu projeto “The Ultimate drive”. Em 2005 bateu o recordista mundial em 40 m.




Chris Sharma – Alpinista conhecido por sua grande ligação com a natureza. Medita e visualiza os percursos antes de realizá-los. Prefere escalar sem nenhum tipo se segurança, escolhe rochas sobre o mar por acreditar estar desta forma em contato com os cinco elementos; a pedra, a água, o ar e o fogo, dentro dele. Para acabar um dos percusros mais difíceis do mundo, “Realization”, teve que superar 50 derrotas. Caiu todas essas vezes, mas não desistiu e se tornou o primeiro a finalizar o percurso.

Assistindo ao
filme, o que me chamou atenção foi o grau de dificuldade diminuir à medida que superava seus “erros”. A montanha continua a mesa, mas sempre que caia, ao voltar tudo parecia mais fácil, sem o mito do nunca antes feito. Seu lema: “Só é impossível o que não tentamos, o resto eu alcanço”.

2 comentários:

Wanderson "Wans" disse...

Giovanna, deixa eu advinhar, você é a jornalista da turminha do outro blog, o das cuecas sujas...rss... é por aí... errei?
Não, então quem errou foi você. Errou de profissão..
Seu post deveria se chamar notícias relevantes sobre o Esporte. Li vários posts sobre o Pan 2007, mas o seu foi o único que realmente eu senti prazer em ler......parabéns
Beijão

julico disse...

somo à sua lista os bailarinos, em especial os contemporâneos. perceba que seus corpos são uma bem-sucedida convergência de força, velocidade e graça. eu não acreditei no que era capaz de fazer quando andava pelos lados da expressão corporal. loucura.

em tempo: o cara aí de cima tem toda razão.

Agraços, srta G.